Marimbondo – Euscorpius flaviaudus

Marimbondo – Euscorpius flaviaudus
Dedetização

Marimbondo é o nome comum para designar Himenópteros (Hymeno (membrana) + ptera (asas)), que são vespas das famílias Vespidae, Pompilidae ou Sphecidae. Existem espécies solitárias e sociais. Os marimbondos (vespas) solitários fazem seus ninhos das mais diversas formas; a maioria caça lagartas e leva para dentro de seus ninhos para servirem de alimento às larvas.

Identifica-se um marimbondo solitário, pois, na maioria das vezes, possuem coloração preta com manchas amarelas e variam de 10 a 25 mm de comprimento. Popularmente, todas as espécies de himenópteros que não são as abelhas nem as formigas, são conhecidas como vespas ou marimbondos.

Algumas vespas são sociais, ou seja, apresentam simultaneamente sobreposição de pelo menos duas gerações adultas, cuidado cooperativo com a prole e divisão de trabalho reprodutivo, enquanto outras são solitárias. As sociais são familiares à maioria das pessoas e apresentam uma sociedade de castas, com a rainha, operárias e machos. Apenas as fêmeas podem ferroar, devido à presença do canal de saída do ovo (canal ovipositor).

Habitat dos Marimbondos

Habitam áreas rurais e urbanas, matas e cerrados, ocorrendo em todo o Brasil. Possuem hábito diurno e alimentam-se de insetos como cupins, formigas, lagartas, gafanhotos, aranhas e mosquitos, entre eles o Aedes egypti, transmissor da dengue.

As casas são semelhantes às das abelhas. Elas são divididas em favos (células hexagonais), que servem como depósito de uma substância feita a partir de larvas de pequenos insetos. Esse mel tem aparência escura e é produzido para consumo interno dos marimbondos. Não é utilizado para consumo humano, pois é muito forte e amargo. A rainha do grupo vive no centro da construção.

Dedetização

• Os técnicos farão uma inspeção bastante detalhada identificando as áreas e as espécies infestantes. Depois de realizada a inspeção o técnico verifica se o ambiente está adequado para a realização do serviço.
• Após a inspeção, começar a aplicação pela pulverização nas possíveis áreas de infestação dos marimbondos.
• A pulverização consiste em aplicar produto líquido em toda a área do chão, alto da parede e no meio de entulhos.
• Pode-se aplicar o produto líquido com a atomizadora, dependendo do grau de infestação. Essa aplicação visa atingir partes que na pulverização normal não atinge.
• Estes insetos percebem o ambiente infectado por praguicidas, e estes podem se recolher em suas tocas.

Cuidados

• Todas as pessoas deverão sair do local, durante o mínimo de 12 horas. Recém nascido, gestantes, pessoas alérgicas ou com problemas respiratórios deverão afastar-se do local pelo prazo mínimo de 24 horas.
• Animais de qualquer espécie deverão afastar-se do local pelo prazo mínimo de 12 horas.
• Brinquedos, calçados, utensílios e pessoas devem ser retirados das áreas do chão.
• Todas as pessoas que acompanham a aplicação deverão usar máscara contra inseticida, não podendo comer, beber ou fumar durante a aplicação e 30 minutos após. Depois do serviço deve-se lavar as mãos e o rosto com água corrente. Não podem acompanhar o serviço gestantes, pessoas alérgicas ou com problemas respiratórios.

Prevenção

Não se aproxime de ninhos de abelhas ou vespas ou manipule-os, especialmente se os animais estiverem agitados; Evite movimentos bruscos perto de seus ninhos; Atenção ao som característico do enxame; Caso seja ferroado, verifique se não há alguma reação alérgica. Caso haja reação alérgica, procure um médico.

Se a ferroada ocorrer na cabeça e/ou pescoço, procure imediatamente auxílio médico; Caso sinta-se incomodado com a presença de um ninho e queira removê-lo, chame o Corpo de Bombeiros ou empresa especializada.